Comércio eletrônico espera faturar R$ 2,87 bilhões na Black Friday, prevê ABComm; saiba como se preparar

21 nov Comércio eletrônico espera faturar R$ 2,87 bilhões na Black Friday, prevê ABComm; saiba como se preparar

Comércio eletrônico espera faturar R$ 2,87 bilhões na Black Friday, prevê ABComm

De acordo com Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, expectativa é que as vendas no setor tenham crescimento de 16% em comparação com mesmo evento de 2017

A Black Friday, considerada hoje a segunda principal data do e-commerce – atrás apenas do Natal -, deve movimentar neste ano R$ 2,87 bilhões no comércio eletrônico. A estimativa é da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Esse montante representaria um crescimento de 16% em relação ao apurado pelo setor no mesmo evento de 2017.

No total, a expectativa é que as lojas virtuais brasileiras recebam mais de 8,8 milhões de pedidos, com tíquete médio de R$ 326. As categorias mais buscadas devem ser “Informática”, “Celulares”, “Eletrônicos”, “Moda e Acessórios” e “Casa e Decoração”. A previsão leva em conta as compras realizadas entre os dias 22 e 23 de novembro.

Segundo Mauricio Salvador, presidente da ABComm, a cada ano a Black Friday ganha mais relevância e se consolida como um dos principais eventos para o varejo. A data também serve como uma antecipação das vendas de Natal. “A estimativa da ABComm é de que cerca de 33% das compras na Black Friday sejam pessoas antecipando as compras de presentes de Natal. Com esse cenário, muitas lojas virtuais já preparam seus estoques esperando um ritmo agressivo nas vendas”, afirma.

Como se preparar

A data é uma ótima oportunidade para os consumidores comprarem produtos e serviços com preços especiais e para os lojistas limparem o estoque antes da reposição de novos produtos para as vendas de Natal.

Se esse é o seu primeiro ano de loja virtual, saiba que essa data já se tornou a mais importante do nosso varejo, a que mais aumenta o número de visitas e a taxa de conversão da loja virtual em um período de tempo muito curto.

Esse ano a Black Friday está programada para o dia 23 de Novembro e aguarda um volume muito alto de vendas, por isso todos os preparativos são essenciais, se quer uma dica: comece a preparar a sua loja o quanto antes!

  • Faça um pente fino: Teste e revise todo o seu site, verifique se tudo está funcionando corretamente, se a sua página é responsiva (se adapta a vários tamanhos de tela como celular e tablet), se todos os seus produtos estão cadastrados corretamente e deixe visível toda a sua política de troca. Todas essas informações são muito importantes para que os visitantes novos se sintam confiantes em continuar no funil de vendas até finalizar uma compra.
  • Queima de estoque: A ideia não é colocar muito desconto em produtos de alto giro, até porque eles já vendem normalmente. Organize uma lista de todos os produtos que estão sem vender e coloque descontos agressivos neles, esse é o momento certo de liberar espaço no estoque para a chegada de novos produtos.
  • Tenha um atendimento afiado: Prepare a sua operação e a equipe. Ofereça o melhor atendimento ao cliente durante todas as horas de Black Friday, não somente durante o dia. Solicite que toda ou parte da sua equipe (dependendo da demanda esperada) fique disponível para atendimento 24h durante os dias do evento.
  • Personalize o atendimento aos clientes: Configure vitrines automáticas que mostram produtos de acordo com o perfil do cliente. Esta estratégia tem aumentado em média 30% as vendas em períodos normais, imagine na Black Friday.
  • Proteja o estoque: Mesmo com o fluxo elevado de vendas, deixe uma pessoa responsável por monitorar os pedidos e certificar que não tem ninguém fazendo várias compras em boleto só para trancar todo seu estoque e depois não pagar (no caso os concorrentes). Se um alto número de boletos for feito no nome de uma mesma pessoa, fique atento e analise se o caso é suspeito.
  • Receba muito tráfego: É bem comum chegar a meia noite da sexta-feira (horário para começar a Black Friday) e a conexão da loja ficar fora do ar ou com dificuldades para carregar produtos devido ao aumento no número de visitas. Para isso não acontecer, faça um trabalho prévio de configuração no servidor e performance da sua loja, digamos que hoje ela costuma receber 100 visitas diariamente, será que na Black Friday ela aguenta 1.000? Se você ficou na dúvida, analise a capacidade do seu site e garanta que ela vai atender todos os consumidores.

Planeje uma ação estratégica que melhor se adequa ao perfil da sua loja virtual. Não é porque as outras lojas colocaram determinada ação em prática que precisa acontecer exatamente igual na sua loja, seja diferente e se destaque.

Não se assuste se semanas antes da Black Friday as suas vendas diminuírem, isso é normal porque os consumidores param de comprar esperando as grandes promoções durante os próximos dias.

Ainda não há comentários.

Escreva um comentário