Dia dos Pais: Vai de e-commerce? Confira estas 7 dicas antes de fechar a compra

06 out Dia dos Pais: Vai de e-commerce? Confira estas 7 dicas antes de fechar a compra

Se a loja não possui selos de confiança, nenhuma informação clara sobre política de troca ou chat online, vale a pena repensar se vale o risco; entenda

Brasil Econômico

Quem pretende comprar o presente do Dia dos Pais pela internet deve ficar atento. Embora a ferramenta ajude na economia de tempo – e até mesmo de preço – na hora da compra, prazo de entrega e fraudes podem prejudicar o consumidor .

Dia dos Pais: Uma forma de evitar atrasos na confirmação de pagamento é optar pela compra por cartão de crédito
shutterstock

Dia dos Pais: Uma forma de evitar atrasos na confirmação de pagamento é optar pela compra por cartão de crédito

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), a expectativa é que o comércio online receba aproximadamente 5,99 milhões de pedidos para o Dia dos Pais , com tíquete médio de R$ 346, valor bem acima da média geral apurada pelo SPC Brasil e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), que é de R$ 125.

Para que não haja surpresas – além do próprio presente – especialistas listaram sete dicas para ajudar o consumidor na hora da compra online , confira:

1.     Proteja-se contra fraudes

Por ser a quarta data mais importante do varejo, há muitas tentativas de fraude no período. De acordo com o diretor geral da All iN, que é a unidade de marketing clound da Locaweb, Victor Popper, é importante que o consumidor tenha cuidado ao clicar em links recebidos por e-mail marketing.

“É preciso observar o e-mail do remetente e verificar se este corresponde de fato ao site da loja virtual. Além disso, para se resguardar é indicado passar o mouse em cima do link e se certificar de que a URL indicada corresponde ao endereço do site – ao realizar essa ação, a URL aparece no rodapé do navegador”, explica Popper.

2.     Atenha-se às notificações de promoções

“As lojas virtuais utilizam ferramentas integradas de Big Data para analisar o comportamento de navegação e realizar abordagens cada vez mais inteligentes e assertivas, inclusive para convidar o cliente a concluir uma compra que foi abandonada no carrinho”, explica o CEO da ShopBack, empresa especializada em soluções de retargeting inteligente, Isaac Ezra.

A atenção na caixa de e-mails e nas notificações por push no Facebook podem resultar numa boa economia de dinheiro e até mesmo em um frete grátis.

3.     Cheque se a loja é confiável

Pesquisar se a loja tem boa reputação e se ela cumpre o que promete em sites como o Reclame Aqui é uma boa metodologia para saber se a loja é confiável, diz o diretor geral da Tray, vertical de comércio eletrônico da Locaweb, Willians Marques.

Entretanto, se a loja não possui selos de confiança e confiabilidade, além de nenhuma política clara de troca e chat online, repensar se vale a pena arriscar é uma boa dica.

4.     Aproveite a experiência de compra

Fidelidade às marcas não é uma característica do chamado “consumidor 3.0”. Este tem valorizado, por outro lado, a forma como a marca se relaciona com ele, que deseja ser tratado de forma personalizada, fazendo com que apenas um bom atendimento não seja o suficiente.

Por conta disso, muitas lojas têm incorporando o conceito de Customer Experience (CX) para garantir uma melhor experiência para seus consumidores. Sendo assim, é vantajoso que o cliente aproveite todos os recursos que a loja oferece durante a compra, diz o CSO/CMO da Mutant, Rouman Ziemkiewicz.

5.     Acompanhe os produtos mais buscados

De acordo com a ABComm, as categorias de informática, eletrônicos, moda e acessórios serão as mais recorridas para o Dia dos Pais.  Por conta disso é essencial ficar atento nos estoques informados.

O sócio-diretor da Betalabs, Bruno Gianelli, revela que quando um determinado produto está em vias de esgotamento, a tendência é que os preços desabem para que o estoque acabe. Ou seja, a atenção nos números ajuda o consumidor a planejar o fechamento da compra dentro de um determinado tempo.

6.     Atente-se ao prazo de entrega

Para evitar atrasos de entrega, o fundador da Giuliana Flores, Clóvis Souza, recomenda que se opte – se possível – pela entrega agendada, pois assim, dá para definir com precisão o dia e a hora que a encomenda chega no endereço combinado.

7.     Priorize o uso do cartão de crédito

Uma forma de evitar atrasos na confirmação de pagamento é optar pela compra por cartão de crédito. “Embora as lojas ofereçam descontos para pagamentos por boleto, a confirmação pode demorar até três dias úteis, contra a confirmação em tempo real do cartão”, diz o diretor da MundiPagg, João Barcellos. Pronto para escolher o presente do Dia dos Pais?

Link deste artigo: http://economia.ig.com.br/2017-08-04/dia-pais-ecommerce.html

 

Ainda não há comentários.

Escreva um comentário