Inbound Marketing: o casamento entre a publicidade e o conteúdo

21 mar Inbound Marketing: o casamento entre a publicidade e o conteúdo

Por Thiago Regis e NB Press*

O Inbound marketing, em uma tradução literal para o português poderia ser chamado de ‘marketing de entrada’, mas também tem sido conhecido por alguns como ‘marketing de atração’ ou o ‘novo marketing’. Focado na conquista de clientes e não na venda de produtos e serviços, a estratégia baseia-se na produção de conteúdo de qualidade para ser compartilhado com o público potencial, por meio de técnicas do marketing online. Segundo os dados da Hubspot, 58% das empresas brasileiras estão praticando o Inbound Marketing, e 92% dessas companhias obtêm um retorno positivo.

Basicamente, qualquer empresa, independentemente do tamanho ou do segmento em que atua pode utilizar, desde que a base seja o conteúdo, publicando informações pertinentes e que tragam valor aos potenciais clientes.

Como funciona?

A metodologia do Inbound Marketing segue uma sequência lógica de etapas. Toda estratégia de sucesso deve passar pelas seguintes fases: Atração, Conversão, Fechamento e Encantamento. Essas etapas se complementam de forma inteligente.

Atração – Atrair um determinado público com conteúdos relevantes distribuídos em blogs, redes sociais, e-mails marketing, entre outros canais.

Conversão – Entregar esses conteúdos relevantes solicitando, em troca, alguns dados pessoais (nome, e-mail, telefone). Isso pode ser feito com de CTA’s (call-to-action), landing pages e formulários.

Fechamento – O trabalho de Atração e Conversão é propício para fortalecer o fechamento. Note que se um lead consome seus conteúdos relevantes, existe uma chance muito grande de ser um cliente em potencial.

Encantamento – Manter o contato, solicitar feedbacks, ofertar novas oportunidades e compartilhar dicas são fundamentais para transformar o seu lead em cliente e defensor da marca.

As vantagens do Inbound Marketing

O mercado está comprando a ideia de aplicar a metodologia do Inbound Marketing, pois é mais acessível que o Marketing convencional, ou Outbound Marketing, que estávamos acostumados a fazer. A prática possibilita alcançar um público mais engajado e propenso a consumir um determinado produto ou serviço e, consequentemente, fidelizá-lo. Não ter uma estratégia desse tipo dentro de uma empresa pode deixá-la atrás de seus concorrentes.

Os resultados do Inbound vão ao encontro dos investimentos efetuados. Com uma estrutura adequada para implementar essa estratégia e um budget inicial equivalente aos resultados que deseja alcançar, não tem erro: o resultado é certeiro!

A geração de conteúdo está em constante evolução

O Inbound Marketing anda lado a lado com as evoluções digitais e mesmo sendo algo novo, já se faz presente em diversas empresas. Porém, há muito que se desenvolver. Com a constante mudança do setor no decorrer dos anos, a prática deve acompanhar as novas tendências dos mecanismos de buscas, dispositivos móveis, e conteúdos interativos, tais como a realidade aumentada.

*Thiago Regis é diretor de novos negócios da agência de marketing digital Pílula Criativa

* NB Press é uma agência de comunicação especializada em engajar marcas com seu target por meio de ações de assessoria de imprensa, conteúdo, blogs, newsletters, redes sociais e influenciadores – www.nbpress.com.br

Ainda não há comentários.

Escreva um comentário