NB Press conquista mais de 100 pautas no Anime Friends 2017

19 jul NB Press conquista mais de 100 pautas no Anime Friends 2017

Tradicional evento de cultura japonesa aconteceu entre os dias 7 e 9 de julho e levou o melhor da cultura pop e nipônica para o Transamerica Expo Center

Entre os dias 7 e 9 de julho São Paulo recebeu uma verdadeira invasão geek: o Anime Friends realizou sua 15ª edição no Transamerica Expo Center. Como assessoria de imprensa oficial, a  NB Press esteve presente durante os três dias de programação, recebendo jornalistas, blogueiros e influenciadores. Acompanhar de perto algo tão grande acontecer foi incrível e adicionou uma boa bagagem aos dez anos de agência. A sensação geral da equipe NB foi de missão cumprida e a certeza de voltar para casa tendo entregue o melhor trabalho. E logo os frutos começaram a brotar. Afinal, mais de 100 conteúdos foram postados em blogs, portais, revistas e programas de TVs, desde os maiores nomes da mídia até os mais nichados: Encontro com Fátima Bernardes, R7, Globo News, Zero1, SBT, Folha de S. Paulo, Estadão, Veja São Paulo, Canal Syfy, entre outros.

“Nossos colaboradores entraram de cabeça nessa festa da cultura pop e ter elementos como parceria, comprometimento e garra fez toda a diferença. Uma das nossas maiores conquistas foi ter um link ao vivo no SPTV 2ª edição”, afirma Rachel Rothier, COO da NB Press. Enquanto esperamos ansiosos pela próxima edição, dividimos aqui algumas das atrações que passaram pelos corredores do AF nesse final de semana tão especial. Confira:

O primeiro dia do Anime Friends teve início no Auditório BBC com a presença de Takumi Tsutsui, que ganhou fama no Brasil por protagonizar a série Jiraiya como Yamashi Touha, um jovem órfão que é treinado para se tornar um ninja pelo pai adotivo. “Quando gravei o programa, não sabia que seria transmitido no mundo todo. E mesmo passando em tantos países, é no Brasil que tenho mais fãs. Os brasileiros são calorosos e eu gosto bastante de vir aqui. Provavelmente, voltarei mais vezes e da próxima tento trazer o Manabu Yamashi (pai de Jiraya no seriado)”, disse Tsutsui.

Dubladores levam as vozes de grandes personagens para o AF

Um grande encontro de gerações da dublagem nacional: é assim que o painel especial de Homem-Aranha: De Volta ao Lar pode ser definido. A atração contou com participações de Wirley Contaifer e Marco Ribeiro, respectivamente, as vozes brasileiras de Peter Parker/Homem-Aranha e Tony Stark/Homem de Ferro no novo filme do aracnídeo. Juntos, os dois profissionias debateram entre si e com o público assuntos como o início de seus trabalhos com a voz, como entraram de cabeça no universo Marvel, os processos da boa dublagem e sua função social a fim de facilitar na propagação das mensagens no meio audiovisual. A atração ainda rendeu momentos de surpresa e diversão, com direito a beijo técnico entre Marco e Wirley, e até uma dublagem ao vivo de uma cena entre um cosplay de Homem de Ferro e outro de Homem-Aranha.

Quem também marcou presença foi Guilherme Briggs, dublador responsável por dar voz ao Superman no Brasil por quase 20 anos. Muito simpático e acessível, Briggs recebeu presentes, deu atenção aos fãs e emocionou todos quando soltou um grito de “Ao infinito e além”, frase clássica dita pelo boneco astronauta Buzz Lightyear em Toy Story. O artista falou um pouco sobre como ingressou nessa área, pois iniciou a carreira sem diploma de ator, mas com um talento nato. “Desde que eu era criança, fazia brincadeiras  de dublagem com o meu pai. Ainda muito jovem, pedi um estágio em uma agência do segmento e, a partir disso, pude comprovar o meu trabalho para as empresas. Nessa época, as pessoas não gostavam de dublagem, não tinha glamour algum, mas sempre me chamou atenção”, explicou o carioca. Para alegria dos fãs, o especialista finalizou com algumas frases nas vozes de Freakazoid; Rei Julien de Madagascar; Ele de As Meninas Superpoderosas; e Miss Piggy de Os Muppets.

Palco Arena Friends recebe artistas brasileiros, japoneses e coreanos para entoar hits e temas de animes

Para dar início às atrações musicais, o artista Bruno Sutter trouxe sucessos do anime em forma de paródias, com músicas do Cavaleiros do Zodíaco, Naruto, entre outros. A proposta é fazer brincadeiras com a língua japonesa, em uma “tradução livre” e repleta de piadas. “Sou muito grato a esse universo do anime que me acolheu há dez anos”, agradeceu Bruno, que também trouxe canções próprias como Gratitude e The Best Singer in the World, do seu trabalho solo lançado no fim de 2016.

Conhecidos no Brasil pelos temas dos animes Inuyasha e Vampire Hunter D, o Do As Infinity é formado por Tomiko Van (vocalista) e Ryo Oowatari (vocal e guitarra), que estão na estrada desde 1999. Essa foi a primeira vez da banda no Brasil e Tomiko se mostrou surpresa com a empolgação dos fãs: “É muito emocionante estar aqui no Brasil. Vocês estão se divertindo?”, perguntou a vocalista em um português repleto de sotaque.

Outra atração aguardada foi o BLANC 7, que deixou fãs de todas as idades alucinados de emoção. O grupo idol sul-coreano é fruto da agência Jackpot Entertainment e abriu com a romântica FIRE, agitando a plateia com a dançante YEAH, que veio acompanhada de uma elaborada coreografia, com direito a passos de hip hop e que não deixa a desejar. Pelo contrário, surpreende. As canções fazem parte do PRISM, EP recém-lançado composto por sete faixas. BLANC representa a cor branca e a ideia é que cada componente represente as sete nuances do arco-íris para espalhar mais cor pelo mundo.

Em seguida, os japoneses do Asian Kung-Fu Generation embalaram o Transamerica Expo Center com seu rock progressivo e cheio de atitude. Ovacionados pelo público, Takahiro Yamada, Masafumi Goto, Kensuke Kita e Kiyoshi Ijichi emocionaram a todos com Haruka Kanata, música que foi tema da segunda abertura do anime Naruto e que se tornou uma das grandes criações do grupo.  Apesar de tímido, o vocalista Masafumi agradeceu em português, perguntou se todos estavam se divertindo e se mostrou empolgado com a sinergia daqueles que estavam ali para vê-los.

Para finalizar, o evento recebeu o T. M. Revolution, com uma grande produção visual. O artista entregou ao público um megashow com direito a jogo de luzes, projeções especiais e bailarinos. Ou seja, como toda a apresentação de uma boa estrela do pop deve ser. Takanori Nishikawa abriu os trabalhos com a dançante Flags e colocou todo mundo para mexer o esqueleto, enquanto agitava com frases como “Vamos, Brasil!”, “Olá, São Paulo!” e “I Love You”.  Suas canções são um mix de j-pop com nuances de música eletrônica, capaz de levantar o astral de todos. Apesar de TMR – que significa Takanori Makes Revolution – ser seu trabalho solo, o artista conta com a ajuda de Akio Inoue na composição e Daisuke Asakura para organizar as melodias.

O primeiro sucesso de T. M. Revolution veio em 1996, com a canção Dokusai – monopolize. De lá pra cá, o cantor não parou. Coleciona hits, sendo que muitos deles fizeram parte da trilha sonora de animações e games renomados, incluindo Mobile Suit Gundam e Sengoku BASARA. Durante duas décadas de trabalho, o artista rodou o mundo com suas turnês, foi indicado como o primeiro “Embaixador da Boa Vontade da Cidade Natal de Shiga” e tem apresentado o primeiro grande festival anual de música de rua do Distrito de Shiga, o “Inazuma Rock Festival”, em cooperação com as autoridades locais. Em 2016, ele participou do NHK Kohaku Uta Gassen cinco vezes, o que prova seu status como um artista nacionalmente popular.

* NB Press Comunicação, agência especializada em relações públicas com portfólio de mais de 50 clientes. Para saber mais, acesse: nbpress.com e as páginas nas redes sociais: Facebook, Instagram e Linkedin.

Comments

comments

Ainda não há comentários.

Escreva um comentário