03 mar WDEV no Portal da Revista PEGN – SP – Empreendedor começa negócio com R$ 25 mil e fatura R$ 34 milhões

Cliente: WDEV
Veículo: Portal da Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios
Editoria: Notícias
Assunto: Empreendedor começa negócio com R$ 25 mil e fatura R$ 34 milhões
Estado: SP
Data: 08 de setembro de 2015
Link: Clique aqui para ver a matéria

1

Empreendedor começa negócio com R$ 25 mil e fatura R$ 34 milhões                                                                                                 

Guillermo Reid uniu sua expertise em tecnologia com a experiência do mercado de seguros para abrir a WDEV, empresa deve faturar R$ 50 milhões em 2015

2

Depois de trabalhar por anos como diretor de seguros da BRQ, uma empresa de Tecnologia da Informação, Guillermo Reid largou seu cargo de confiança para empreender. Hoje, é dono da WDEV, fornecedora de tecnologia para seguradoras, negócio que deve fechar 2015 com faturamento de R$ 50 milhões.

Formado em Ciência e Tecnologia na PUC-Rio, Reid trabalhou por cinco anos em uma grande empresa de TI do Rio de Janeiro. Foi lá, trabalhando como diretor da área de seguros, que teve o primeiro contato com esse ramo. Conversando com colegas do escritório, Reid decidiu que abriria uma corretora online, aliando a expertise em tecnologia com a experiência do cargo que possuía.

“Eu queria empreender, criar algo novo.” Para isso, fez um plano de negócios, buscou dinheiro de um investidor e saiu do emprego. Quando deixou a BRQ e foi criar a seguradora online, percebeu que sua empresa não conseguiria sair do papel. “Nós não teríamos renda para sobreviver”, diz.

Nesse momento, pagou o que devia ao seu investidor e se viu sem nada. Foi então que, precisando agir, decidiu trabalhar somente com tecnologia para seguradoras. Neste momento, no ano de 2009, ao invés da corretora online pela qual largou o emprego, chamou o colega Rodrigo Caxeta, 36, para desenvolver uma solução tecnológica sem a exigência de um alto investimento inicial e abriu a WDEV. “Consegui contratos e projetos com antigos contatos. A empresa nasceu no meio de tudo isso”, diz.

“O mercado de seguros é um dos que mais investe em tecnologia. A proposta era aproveitar essa oportunidade para criar uma empresa referência desenvolvendo soluções para corretoras e seguradoras”, afirma.

Seu trabalho era construir uma plataforma para o mercado segurador capaz de auxiliar na organização, qualificação, ranqueamento e distribuição de clientes e prospects das empresas.

Segundo Reid, a ferramenta é capaz de gerar redução de custos de produção e aumentar a produtividade da venda de seguros em até 50%. Dois anos depois Reid conseguiu recuperar o investimento inicial de R$ 25 mil.

Em 2014, a empresa faturou R$ 34 milhões. “O legal é pensar que a empresa nunca precisou de financiamento. Ela se financiou sozinha”, diz.

Superação

Para o empreendedor de 42 anos, sua formação em TI fez toda a diferença para superar os problemas que teve de enfrentar. “Sempre fui pragmático. Organização faz toda a diferença na hora de montar um negócio. Todo dia o empreendedor passa por muita emoção e temos que nos ater à razão”, diz.

Como dica, Reid recomenda nunca desistir ou se acomodar. “É uma caminhada dura, mas bem gratificante. Eu e o meu sócio não viemos de família rica. Conseguimos empreender e conquistar. Mas somos conscientes de que ainda falta muito. Se dormir, o mercado atropela.”

Ainda não há comentários.

Escreva um comentário