ABComm e ClearSale apresentam panorama e mapa de fraude do e-commerce

21 set ABComm e ClearSale apresentam panorama e mapa de fraude do e-commerce

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), em parceria com a ClearSale, líder em soluções antifraude, apresentaram no último dia 5 de setembro, um panorama sobre o mercado de e-commerce para as pequenas e médias empresas, com dados sobre o faturamento do setor no primeiro trimeste deste ano e o mapa da fraude que incidiram nas lojas virtuais no mesmo período.

O evento contou com a participação do diretor da entidade Maurici Junior, de Omar Jarouche, gerente de Inteligência Estatística da ClearSale, e do consultor Roberto Kanter, especialista nas áreas de gestão financeira, marketing e comercial. Na oportunidade, os executivos debateram as oportunidades que os pequenos empreendedores podem encontrar no e-commerce e as maneiras como estes profissionais podem proteger as suas operações e seus clientes.

De acordo com dados da ClearSale, as compras online são cada vez mais comuns na rotina do brasileiro, e os fraudadores estão cientes disso, se aproveitando de possíveis brechas. A cada R$100 em compras, R$3,84 foram tentativas de fraude nos e-commerces de pequenas e médias empresas, segundo dados apurados pela empresa. Entre as categorias mais visadas estão os celulares, seguido por games, bebidas, eletrônicos e artigos esportivos.

Para Jarouche, as pequenas e médias empresas podem ser consideradas um alvo fácil para os fraudadores que buscam agilidade e menos barreiras nos golpes. “Cada venda perdida em decorrência de fraudes pode gerar prejuízos irreparáveis para as pequenas e médias empresas de comércio online, desde financeiros até perda da confiança de clientes que podem nunca mais voltar. Para evitar que isso ocorra, é necessário que investimentos em soluções antifraude estejam dentro do planejamento das PMEs”, ressaltou o executivo da ClearSale.

O comércio eletrônico brasileiro apresentou um faturamento expressivo no primeiro trimestre do ano. Foram R$13,9 bilhões, um aumento de 15% em relação ao mesmo período no ano passado. Até o momento, foram realizados mais de 45 milhões de pedidos entregues, segundo a ABComm. A expectativa é que até o fim do ano, o setor movimente R$ 69 bilhões.

Maurici Junior, diretor da ABComm, destaca o peso da participação dos pequenos e médios varejistas no comércio eletrônico no País. “Em 2017, 25% do faturamento do e-commerce brasileiro veio das PMEs e a expectativa é que essa participação aumente ao fim deste ano”, diz Junior. “Por esse cenário, é importante que esses lojistas busquem cada vez mais segurança nas suas operações, sobretudo com relação ao combate às fraudes, com o uso de ferramentas adequadas”, ressaltou.

O evento realizado no último dia 5 pode ser conferido na íntegra no site https://www.eventials.com/comschool/clearsale-e-abcomm-mapa-da-fraude-no-ecommerce-brasileiro-em-2018/

Ainda não há comentários.

Escreva um comentário