5 motivos que mostram a importância da gestão de TI durante a pandemia

Cinco motivos que reforçam a importância da gestão de recursos em TI durante a pandemia

A transformação digital, que já era tendência importante nas empresas antes do novo coronavírus, tornou-se vital atualmente. Mais do que investir em ferramentas, as organizações precisam administrar adequadamente todos os seus recursos tecnológicos para conseguir extrair o máximo de eficiência sem comprometer ainda mais seus processos. A gestão de TI, como se vê, nunca foi tão importante quanto agora. Veja cinco motivos que reforçam isso:

1 – É preciso fazer mais, com (muito) menos

Em um primeiro momento, a pandemia suspendeu a grande maioria dos negócios, que foram retomados de forma gradual nos meses seguintes. A despeito das incertezas econômicas, as empresas precisaram continuar produzindo e vendendo, mesmo com grandes quedas nas receitas. Em outras palavras: foi preciso ser certeiro e eficiente, entregando o mesmo resultado com menos custos para não comprometer a operação. Isso só foi possível com o apoio adequado de soluções tecnológicas, capazes de automatizar processos e permitir que a produtividade continuasse em alta.

2 – Agilidade e rapidez na tomada de decisão

Antes até era recomendado aos empresários refletirem sobre os cenários e analisarem o maior número de dados possível antes de tomar uma decisão. Hoje ter esse tempo disponível é praticamente um luxo. As transformações são cada vez mais rápidas, e as empresas precisam acompanhar essa velocidade se quiserem aproveitar todas as oportunidades. Com a gestão dos recursos de TI, é possível direcionar – e utilizar – as ferramentas nas áreas mais necessitadas, permitindo resolver problemas e extrair insights rapidamente para embasar as melhores decisões.

3 – Maior segurança de dados 

As relações sociais, incluindo o trabalho, estão mais dependentes da tecnologia. Isso traz maior eficiência, sem dúvida, mas também novas ameaças ao mundo corporativo. A principal delas é o ataque de cibercriminosos, que buscam roubar dados sigilosos das organizações, seja para receber valores financeiros, seja para simplesmente arranhar sua imagem no mercado. A maior proteção das informações e da estrutura depende de uma gestão completa da infraestrutura de TI, identificando quais equipamentos estão mais vulneráveis e monitorando possíveis invasões em todos os locais.

4 – Mudança de papel da TI nas empresas

O avanço do novo coronavírus suplantou de vez nas corporações o papel secundário que o gerenciamento de TI tinha na estratégia do negócio. Antes esse departamento era visto como algo complementar às áreas mais importantes, dando suporte de equipamento à produtividade e à operação da empresa. Agora a situação se inverteu. Não importa o porte ou o segmento de atuação: todas as companhias precisam colocar as soluções tecnológicas em posição de destaque em suas estratégias. Vai ser por meio delas que irão superar a fase difícil da pandemia e crescer quando a situação se normalizar nos próximos anos.

5 – Política de governança em dia

Se a área de TI vai ocupar papel central nas estratégias de negócio, evidentemente é preciso ter políticas de boa governança em relação ao uso de todas as soluções. Compliance é um termo ainda novo, mas já ganha espaço no ambiente corporativo justamente por fornecer esse controle e respeito às normas e regras do setor. Deve-se garantir que os sistemas estejam alinhados às boas práticas e sejam capazes de entregar os melhores resultados respeitando sempre os consumidores e demais stakeholders das organizações.

 

*Otto PohlmannéCEOdaCentric Solution, empresa de tecnologia que fornece soluções completaspara atender aos requisitos de segurança e da LGPD,com foco em implementação, treinamento e suporte a fim de ajudar a sustentar o desenvolvimento de negócios de todos os portes e setores – e-mail:centric@nbpress.com

Sobre a Centric Solution

Empresa de tecnologia que iniciou as atividades em 2005 e oferece soluções completas com foco em implementação, treinamento e suporte para ajudar a sustentar o desenvolvimento de empreendimentos de todos os portes e ramos de atividade. Adota ferramentas voltadas a help desk, service desk, active directory, cloud, IT security, network performance, compliance, data protection, aplicações e remote app. Também realiza treinamentos, desenvolvimento de projetos e monitoramento em tempo real, 24 x 7, de processos, negócios, redes, link e sistema de missão crítica. Com sede em São Paulo e uma equipe de 20 colaboradores, a Centric ultrapassou a marca de 3 mil clientes. Entre eles estão Banco Safra, Crefisa, Unimed, CPFL e 60% do mercado hoteleiro.

 

Informações à imprensa

NB Press Comunicação

Tel.: 55 11 3254 6464 l 55 11 98213-9517 l 55 11 99937-3715

E-mail: centric@nbpress.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Relacionados

Microviolências

Microviolências

*Por Ronaldo Ferreira Júnior   Você sabe qual é o animal mais perigoso do mundo? Se sua resposta foi um dos “big five” que povoam o