Inteligência artificial: a sua importância na gestão dos estoques

Como eliminar o valor do frete para criar uma oferta mais atrativa

Inteligência artificial + gestão dos estoques

 

Com todo o dinamismo trazido pelos meios eletrônicos de venda, fica cada vez mais difícil gerir o estoque com eficiência. Somente com o uso da tecnologia, principalmente ferramentas baseadas em IA (inteligência artificial) como a Precifica | eCommerce IA , os lojistas conseguem acompanhar as mudanças constantes do mercado, aplicando o preço certo na hora certa para vender bem e com boa margem de lucro. De forma geral, podemos dividir a jornada de gestão de estoque em três partes.

 

A identificação do problema

No que diz respeito aos problemas, vale destacar a questão da validade dos produtos, muito comum em diversos segmentos, principalmente alimentação e medicamentos.

Ainda neste campo, existem também aqueles produtos que não têm data de validade propriamente dita, mas estão diretamente ligados à temporada, ou seja, são sazonais. O setor de vestuário sabe bem o que é isso. Moda outono/inverno ou primavera/verão, por exemplo. Ou ligados a eventos, como é o caso da camiseta da Seleção Brasileira de futebol em época de Copa do Mundo. Enfim, vender o estoque dentro dessas janelas de tempo é um desafio para as empresas.

 

São vários pontos a serem enumerados

Há outros fatores a serem destacados. Companhias que importam produtos estão muito suscetíveis à variação cambial, que acaba sendo um grande risco para elas. Quanto mais tempo ficar com aquele estoque adquirido por meio de moeda estrangeira, maior é o risco da exposição ao câmbio. Sem contar a possibilidade de comprar a um câmbio muito alto e não conseguir vender na moeda local a um preço que compense o custo.

Junto dos problemas acima citados, há outro que não está relacionado diretamente com os itens à venda, mas com a capacidade financeira da companhia. Trata-se do capital de giro. Imaginemos uma pequena ou média empresa que tem determinado estoque. Se ela vender tudo em um dia só, poderá comemorar porque vendeu rápido.

Porém, essa estratégia vai criar um novo problema porque, em geral, o varejo não recebe todo o valor das vendas imediatamente. De acordo com o meio de pagamento usado, demora 30 ou 40 dias para receber. Então, algumas empresas recorrem à antecipação desse recebível, o que impacta a margem de lucro.

Ou seja, se a empresa vender tudo muito rápido, acabará tendo dificuldades de acesso ao capital de giro para repor o estoque. Apesar de toda empresa querer vender muito, o giro de estoque tem de estar em linha com sua capacidade financeira. Esses problemas geram desafios, que são a segunda parte da jornada de gestão de estoque.

 

Os desafios

Em primeiro lugar, é preciso compreender que essas empresas precisam entregar margem ao mesmo tempo que lidam com o desafio de não deixar o produto com validade ficar na prateleira e ter de ser descartado caso não seja vendido. No meio dessa dificuldade, a empresa muitas vezes acaba tendo de liquidar, dar um desconto momentâneo.

Mas qual desconto dar? Qual é a intensidade ideal? Quanto a gente deve dar de desconto agora, 5% ou 10%? 10% ou 20%?  Às vezes é dado um desconto exagerado e se reduz a margem. Ou é oferecido pouco desconto e as vendas ficam abaixo do esperado. E ainda pode acontecer de o desconto ser o ideal, mas ficar mais tempo sendo dado, do que deveria, e o resultado ser péssimo.

Para dificultar, esses mesmos pontos comentados precisam estar alinhados com todos os canais de venda da empresa, que pode ter um preço na loja física, outro no e-commerce e outro no marketplace. Controlar a intensidade de desconto e remarcação e toda a percepção de concorrência por canal é complexo.

 

A Solução – a inteligência artificial

É aí que a inteligência artificial, como a utilizada no Precifica | eCommerce IA, se apresenta como a solução para os problemas e desafios da gestão de estoque do varejo. Ela entrega um mecanismo de previsão e de correção em tempo real. Consegue entender todas as questões de sazonalidade, todas as questões de alta e baixa demanda em dias específicos da semana.

A IA prevê quais são os dias mais quentes e os dias mais frios. Assim, é possível entregar os descontos nos dias e momentos corretos. E se a venda não está acontecendo, se o giro de estoque não está dentro da expectativa, a IA faz a correção de rumo em tempo real. Seja de dia, de noite, em feriados, etc.

Em suma, a IA consegue fazer a gestão de todos os pontos citados e dos que são complexos demais para serem controlados manualmente. São muitas informações, muitos canais, muitas restrições (margem, giro de estoque). Mas a IA é capaz de juntar tudo em uma tecnologia para entregar a correção em tempo real. Abrir mão dela é não fazer uso das tecnologias de ponta e ficar atrás da concorrência.

 

Com todo o dinamismo trazido pelos meios eletrônicos de venda, fica cada vez mais difícil gerir o estoque com eficiência. Somente com o uso da tecnologia, principalmente ferramentas baseadas em IA (inteligência artificial) como a Precifica | eCommerce IA , os lojistas conseguem acompanhar as mudanças constantes do mercado, aplicando o preço certo na hora certa para vender bem e com boa margem de lucro. De forma geral, podemos dividir a jornada de gestão de estoque em três partes.

 

A identificação do problema

No que diz respeito aos problemas, vale destacar a questão da validade dos produtos, muito comum em diversos segmentos, principalmente alimentação e medicamentos.

 

Ainda neste campo, existem também aqueles produtos que não têm data de validade propriamente dita, mas estão diretamente ligados à temporada, ou seja, são sazonais. O setor de vestuário sabe bem o que é isso. Moda outono/inverno ou primavera/verão, por exemplo. Ou ligados a eventos, como é o caso da camiseta da Seleção Brasileira de futebol em época de Copa do Mundo. Enfim, vender o estoque dentro dessas janelas de tempo é um desafio para as empresas.

 

São vários pontos a serem enumerados

Há outros fatores a serem destacados. Companhias que importam produtos estão muito suscetíveis à variação cambial, que acaba sendo um grande risco para elas. Quanto mais tempo ficar com aquele estoque adquirido por meio de moeda estrangeira, maior é o risco da exposição ao câmbio. Sem contar a possibilidade de comprar a um câmbio muito alto e não conseguir vender na moeda local a um preço que compense o custo.

 

Junto dos problemas acima citados, há outro que não está relacionado diretamente com os itens à venda, mas com a capacidade financeira da companhia. Trata-se do capital de giro. Imaginemos uma pequena ou média empresa que tem determinado estoque. Se ela vender tudo em um dia só, poderá comemorar porque vendeu rápido. Porém, essa estratégia vai criar um novo problema porque, em geral, o varejo não recebe todo o valor das vendas imediatamente. De acordo com o meio de pagamento usado, demora 30 ou 40 dias para receber. Então, algumas empresas recorrem à antecipação desse recebível, o que impacta a margem de lucro.

 

Ou seja, se a empresa vender tudo muito rápido, acabará tendo dificuldades de acesso ao capital de giro para repor o estoque. Apesar de toda empresa querer vender muito, o giro de estoque tem de estar em linha com sua capacidade financeira. Esses problemas geram desafios, que são a segunda parte da jornada de gestão de estoque.

 

Os desafios

Em primeiro lugar, é preciso compreender que essas empresas precisam entregar margem ao mesmo tempo que lidam com o desafio de não deixar o produto com validade ficar na prateleira e ter de ser descartado caso não seja vendido. No meio dessa dificuldade, a empresa muitas vezes acaba tendo de liquidar, dar um desconto momentâneo.

Mas qual desconto dar? Qual é a intensidade ideal? Quanto a gente deve dar de desconto agora, 5% ou 10%? 10% ou 20%?  Às vezes é dado um desconto exagerado e se reduz a margem. Ou é oferecido pouco desconto e as vendas ficam abaixo do esperado. E ainda pode acontecer de o desconto ser o ideal, mas ficar mais tempo sendo dado, do que deveria, e o resultado ser péssimo.

 

Para dificultar, esses mesmos pontos comentados precisam estar alinhados com todos os canais de venda da empresa, que pode ter um preço na loja física, outro no e-commerce e outro no marketplace. Controlar a intensidade de desconto e remarcação e toda a percepção de concorrência por canal é complexo.

 

A Solução – a inteligência artificial

É aí que a inteligência artificial, como a utilizada no Precifica | eCommerce IA, se apresenta como a solução para os problemas e desafios da gestão de estoque do varejo. Ela entrega um mecanismo de previsão e de correção em tempo real. Consegue entender todas as questões de sazonalidade, todas as questões de alta e baixa demanda em dias específicos da semana.

A IA prevê quais são os dias mais quentes e os dias mais frios. Assim, é possível entregar os descontos nos dias e momentos corretos. E se a venda não está acontecendo, se o giro de estoque não está dentro da expectativa, a IA faz a correção de rumo em tempo real. Seja de dia, de noite, em feriados, etc.

Em suma, a IA consegue fazer a gestão de todos os pontos citados e dos que são complexos demais para serem controlados manualmente. São muitas informações, muitos canais, muitas restrições (margem, giro de estoque). Mas a IA é capaz de juntar tudo em uma tecnologia para entregar a correção em tempo real. Abrir mão dela é não fazer uso das tecnologias de ponta e ficar atrás da concorrência.

 

* Ricardo Ramos é CEO da Precifica, especializada em monitoramento de preços e precificação dinâmica para o e-commerce

 

Sobre a Precifica

Lançada em 2013, a Precifica é uma das maiores empresas brasileiras especializadas em soluções de pricing. Por meio de sua plataforma, realiza o monitoramento de preços no e-commerce e auxilia em estratégias de precificação dinâmica. O objetivo é transformar o comportamento do mercado em informações, auxiliando o varejista a tomar as melhores decisões de acordo com a concorrência e o consumidor, além de auxiliar a indústria a conferir o posicionamento de suas marcas e seus concorrentes. Além do Brasil, a empresa atende clientes na Argentina, Chile, Colômbia e México. Para mais informações, acesse: www.precifica.com.br

 

Informações à imprensa

NB Press Comunicação 

Tel.: 55 11 94326-8746

E-mail: precifica@nbpress.com

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos Relacionados