O dinheiro do futuro: por que (e como) investir em criptomoedas

O dinheiro do futuro: por que (e como) investir em criptomoedas

* Por Rubens Neistein

 

Qual o futuro das criptomoedas?

 

A não ser que a pessoa estivesse em outro planeta nos últimos meses, ela certamente já leu, se informou ou simplesmente ouviu falar sobre as criptomoedas. Esse tipo de ativo financeiro está em alta nos últimos anos, mas parece que finalmente se consolidou no cenário global nos últimos meses. Os motivos para essa popularização são as inúmeras possibilidades: do pagamento de contas às compras do varejo, passando pela diversificação da carteira de investimentos.

 

Não à toa, quase metade dos brasileiros (48%) acredita que o país deveria adotar o bitcoin, a criptomoeda mais famosa do mundo, como moeda oficial, segundo estudo encomendado pela Sherlock Communications e realizado pela plataforma Toluna. Mas por que esses ativos merecem receber a atenção das pessoas? E quais cuidados devem ser tomados para entrar nesse verdadeiro universo em expansão? Confira algumas dicas para potencializar ainda mais a relação das pessoas com esse novo tipo de dinheiro:

 

1 – Qual a importância das criptomoedas?

As funcionalidades das criptomoedas estão intimamente ligadas aos diferentes tipos existentes. Os tokens, por exemplo, são mais indicados para transações rotineiras, garantindo um ecossistema digital seguro. Mas o principal benefício que atrai as pessoas a esse mercado é justamente a sua capacidade de investimento. O retorno financeiro é altamente vantajoso – ainda que o risco também seja elevado.

 

Assim, as criptomoedas são vistas atualmente como importantes ativos para integrar a carteira dos investidores. Afinal, a diversificação de ativos é uma estratégia valorizada para potencializar os rendimentos – ainda mais com recursos que não estão atrelados a outras fontes. Assim, alocar de 1% a 3% da capacidade de investimento já costuma proporcionar ótimos ganhos.

 

2 – Qual é o principal cuidado com as criptomoedas?

Sem dúvida é a volatilidade da maioria dos ativos. A variação é grande: a pessoa precisa se acostumar com quedas ou altas de 10% ao dia – até mais arriscado do que o investimento em ações, por exemplo. Assim, é ideal que o investidor não se abale com isso e tenha “nervos de aço” para encontrar o melhor momento de negociar suas moedas para alcançar a melhor rentabilidade possível.

 

O bitcoin é o grande exemplo dessa montanha-russa. No primeiro dia de 2021, era negociado a pouco mais de R$ 150 mil. Em abril, chegou a atingir mais de R$ 363 mil. Caiu para R$ 156 mil em julho, mas já está subindo novamente e está na casa de R$ 357 em outubro. Por isso, o principal conselho é não investir mais de 3% da sua carteira, mesmo para aqueles mais ousados. Além, é claro, de diversificar essa quantia em diferentes critpoativos.

 

3 – Como investir com segurança?

O risco faz parte de quem investe e negocia criptomoedas, mas, mesmo arriscando, é preciso ter certo controle da iniciativa! Isso significa que a pessoa, independentemente de ganhar ou perder, precisa saber onde seu dinheiro está. O crescimento desse mercado fez surgir inúmeras plataformas que assumem a custódia do ativo, mas infelizmente não são todas que merecem confiança dos usuários.

 

A boa notícia é que o crescimento do segmento também consolidou a presença de instituições financeiras e soluções sérias. Há boas exchanges digitais que negociam as principais moedas digitais, além de fundos de investimento criados especificamente com criptomoedas em bancos e ETFs, que são fundos negociados diretamente na Bolsa de Valores. Com eles, há uma garantia a mais de proteção do seu ativo.

 

* RubensNeisteiné Business Manager da CoinPayments, a primeira e maior processadora de pagamentos em criptomoedas do mundo – e-mail: coinpayments@nbpress.com

 

Sobre a CoinPayments

Primeira e maior processadora de pagamentos em criptomoedas do mundo, a CoinPayments é a forma mais fácil, rápida e segura para os empresários transacionarem em criptomoedas. Fundada em 2013, a plataforma oferece aos clientes APIs de pagamentos especializados em cripto, plug-ins de carrinho de compras, carteiras digitais e diversas soluções para o mercado de criptomoedas. Ao longo de sua história, ultrapassa a marca de US$ 10 bilhões em transações e oferece suporte a mais de 2 mil moedas digitais. Para mais informações, acesse: www.coinpayments.net.

 

Informações à imprensa

NB Press Comunicação

Tel.: 55 11 3254 6464 l 55 11 99937-3715| 55 11 94326-8746

E-mail: coinpayments@nbpress.com

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos Relacionados